nutrição

[nutrição] O Natal não é só sobremesas!

E como nem só com sobremesas vivemos o Natal que acham de uma receita para uma entrada natalícia e rica nutricionalmente?

Um pudim verde que tem feito parte de muitos dos nossos jantares de amigos e com receita original de um livro do robot de cozinha que toda a gente sonha que faça parte da família, cá vai o nosso Pudim de Brócolos, rico em vitaminas C, K, A e ácido fólico, também fornece fibra e além disso é rico em proteína e pobre em gordura. Sacia e ainda nos dá muito mais!

Vamos lá então à receitinha… continuar a ler

Opinião do Especialista, psicologia

[psicologia] Necessidades Educativas Especiais

Cada vez mais se ouve falar em Necessidades Educativas Especiais, vulgo NEE, e o texto de hoje sintetiza o seu surgimento.

Foi no contexto educativo e na igualdade de oportunidades de escolarização, que surgiu a temática das necessidades educativas especiais, existindo legislação (nacional e comunitária) que contextualiza o que é considerado NEE.

continuar a ler

bloga8

[nutrição] Deixem-nos comer com as mãos!

Quantas de nós, mamãs, atrasamos a introdução de alimentos inteiros aos nossos bebés por termos receio do engasgamento? Temos de ganhar coragem e confiança nos nossos pequeninos, eles têm necessidades de comer com as mãos, tocar nos alimentos, mastigarem para perceberem o que estão a levar à boca, não vamos ter medo!

Podemos introduzir alimentos com brócolos, cenouras, maçã malcozidos, banana e biscoitos duros que se desfaçam com a saliva. Depois sempre com vigilância deixarem os vossos filhotes explorar, não há problema nenhum a partir dos 7-8 meses.

E agora vai uma receitinha? continuar a ler

Opinião do Especialista, Parentalidade, psicologia

[psicologia] Os Valores em Parentalidade Consciente

Já aqui no se abordou o tema da parentalidade consciente – que podem ler ou reler aqui. Nele, mencionou-se que “A prática de uma parentalidade consciente, necessita de ser sustentada em valores sólidos.” Tal como uma casa se sustenta em pilares, também a parentalidade consciente se sustenta em valores basilares, que sustentam toda a nossa actuação como pais e educadores.

O texto de hoje, retoma o tema da parentalidade consciente, identificando a importância dos valores. continuar a ler

bloga8, feminismo

[feminismo] Amor Livre – Sexo Livre – Apalpão grátis?!

Consentimento- Consentimento expressa a ação de consentir, e significa dar permissão ou licença para que determinado ato seja praticado.

Esta palavra tem tido um peso especial nas notícias ultimamente.Desde o caso do famoso produtor cinematográfico Harvey Weinstein, onde várias vítimas de forma muito corajosa o acusaram, bem como Kevin Spacey, Louis C.K., Dustin Hoffman, Andrew Kreisberg, Brett Ratner, e a lista continua e continua. Parece até não ter fim… E será que que vai acabar?

Como mulher que já passou por várias situações de assédio sexual, a minha resposta é: pode atenuar, mas é tão sistémico neste momento, que não consigo acreditar que será erradicado. Mesmo com esta onda de partilha e encorajamento. Queria, por isso, centrar este tema, com algo que também tem estado em voga, o Amor Livre. continuar a ler

Natal

Querido Pai Natal…

Como o ano passado as coisas até correram bem, este ano resolvi repetir a proeza e deixar aqui os meus modestos pedidos. Vá, alguns não são assim tão modestos, mas também fazem parte daquele imaginário de qualquer criançadulto como eu.

Continuo com a preferência por livros e coisas do género, mas claro que a aposta ganha cá por casa é mesmo os chocolates. (Se a Nestlé tivesse mandado cá pra casa um cabaz de chocolates era nesta altura que eu estava a fazer publicidade, mas como não me mandaram, vou fazer greve!) continuar a ler

Opinião do Especialista, psicologia

[psicologia] Presença consciente: o aqui e agora

Vivemos tempos intensos. Acumulamos papéis, responsabilidades sociais e somos constantemente sobre estimulados sensorialmente.

Num momento de pausa e intuspecção, percebi que o nosso cérebro vive e revive em dois campos: no passado e no futuro.

Revivemos (ou remoemos) memórias e vivências passadas, chegando mesmo a fazer guiões alternativos. Podíamos ter reagido desta ou daquela forma; se aquela pessoa não tivesse feito isto ou aquilo, tudo teria sido diferente… e reformulamos histórias intensas ao sabor da nossa mente.

E para garantir que certas coisas não voltem a acontecer, ou garantir que aconteçam, cogitamos o que será o futuro, fazendo novos guiões do que será a nossa atitude numa situação idêntica; ou qual será o nosso caminho daqui para a frente; ou como garantir a nossa sobrevivência e subsistência, entre tantos outros processos mentais.

continuar a ler