Teste ao brinquedo

[teste ao brinquedo] Globo Exploramundo – Clementoni

Normalmente durante as épocas festivas, sejam elas o aniversário dos miúdos, Natal ou Páscoa, fico sempre com o mesmo sentimento em relação aos brinquedos – quantos menos, melhor. Acho que hoje em dia as crianças são afortunadas em relação a esta matéria e depois de meia hora a brincarem com o mesmo brinquedo encostam-no.

O mesmo não aconteceu com este Globo da Clementoni. Quando os miúdos o receberam (está a fazer hoje 2 semanas) ficaram excitados e o mesmo ainda permanece na mesinha de cabeceira deles.  continuar a ler

Opinião|Bea

|o meu casamento foi boa ideia porque…|

Hoje deparei-me com o post da Joana Gama do blog “A mãe é que sabe” sobre o seu novo estado civil – divorciado e decidi escrever sobre as boas coisas de estar casada.

Atenção: Claro que não estou a criticar quem se divorcia – por amor de Deus! – quero é que as pessoas sejam é felizes. Se o divorcio implicar um bem estar para todos, GO FOR IT. Agora, eu (ainda) gosto de estar casada, logo, tinha mesmo mesmo mesmo de fazer esta reflexão. continuar a ler

pediatria

[pediatria] Meditação na Infância

Vivemos em uma sociedade em que nossas crianças estão cada vez mais cedo expostas a diversos estímulos sonoros e visuais, sobrecarregando e dificultando a manutenção da atenção. Como consequência (não apenas disso, mas diversos outros fatores envolvidos), observamos um aumento cada vez maior de desordens cognitivas e de comportamento como Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade, dificuldades de aprendizado e Transtornos de ansiedade. Somado a um ambiente cada vez mais caótico de estímulos (TV, tablets, celulares, escola, atividades extras…) observa-se a diminuição da troca de afetividade entre pais e filhos, que convivem cada vez menos em conjunto. Crianças conectadas em tudo, menos a si e a seus familiares. continuar a ler

Bloga8, Parentalidade, psicologia

[psicologia] Os pais sabem melhor!

Hoje, conto-vos uma história.

Na realidade, é mais um pedacinho de histórias de vida de dois casais, pais de crianças com particularidades.

Para começar, deixem que vos diga: todas as crianças têm as suas particularidades! Apenas umas sobressaem mais do que as outras. Apenas umas se integram na sociedade com maior ou menor facilidade. Algumas podem precisar de apoio adicional e quanto mais precoce for a intervenção, mais saudável e facilitado se torna o crescimento e o desenvolvimento da criança. E o crescimento e o desenvolvimento dos seus pais (como pais!), também. continuar a ler

Opinião|Bea

|os seis avós dos miúdos|

Se há coisa que me recordo da minha primeira infância são os meus avós. Como apenas fui para o jardim-escola com três/quatro anos, lembro-me de brincar com eles, de ir ao mercado municipal buscar o peixe e os legumes, lembro-me de ir ao talho escolher a carne e, por incrível que pareça, ainda hoje algumas das peças de carne que compro são as mesmas e com as mesmas indicações que a minha avó na altura dizia.

Lembro-me de lanchar com eles, de ir aos baloiços e da minha avó “pegar” com o meu avô. E rirem-se muito, muito! continuar a ler

Bebés, enfermagem, Opinião do Especialista

[enfermagem] Falemos de “aranhas” e andarilhos!

É consensual no mundo da pediatria que os andarilhos/auxiliares de marcha/aranhas não trazem qualquer vantagem para os bebés.

São, pelo contrário, causadores de muitos acidentes, dificultam uma correcta aquisição da marcha, e ainda má postura do ponto de vista ortopédico.

O facto de serem um artigo com bastante sucesso entre muitas familias, não lhes acrescenta credibilidade. continuar a ler

montessori

[montessori] “A mão como veículo da inteligência” Sim, as crianças precisam de mexer-se para desenvolver a inteligência!

“Todo o homem pode ser, se assim o entender, escultor do seu próprio cérebro”
Santiago Ramón y Cajal.

Um dos benefícios mais evidentes de Montessori relativamente ao desenvolvimento neurológico, consiste no uso das mãos como veículo de aprendizagem. Hoje em dia sabemos que a quantidade de recursos que o cérebro emprega para processar a informação que recebe através das mãos, é proporcionalmente superior ao tamanho das mãos relativamente ao tamanho total do corpo, quer dizer que as mãos são a principal entrada de informação no cérebro, e como tal deveriam ter um papel crucial na aprendizagem, que é precisamente o que acontece em Montessori.

continuar a ler

Bloga8

|miguel|

Tive os primeiros sintomas que este rebelde miúdo estava a caminho no hospital, durante o internamento do irmão. Na altura considerei aquele vómito, um sintoma resultante do nervosismo e da carga psicológica que estava envolvida naquela altura (que foi a pior da minha vida).

Mas os dias foram passando, o Pedrinho foi melhorando, teve alta e eu continuava com os mesmos enjoos, as mesmas dores de cabeça e o cansaço extremo. Resolvi, no dia 3 de Dezembro fazer um teste, para descargo de consciência, claro, que era impossível estar grávida. Era positivo.

continuar a ler

Bloga8, Cozinha para Crianças

[yämmizices] #11 – Bolo de chocolate e côco

Na sexta-feira foi o dia do chocolate e para reconfortar o nosso regresso a casa decidi fazer este bolo de chocolate e côco na Yämmi. Esta receita foi-me dada pela minha amiga Joana G e é divinal.

Este bolo fica com gostinho àqueles maravilhosos chocolates Bounty que comia no intervalo grande da escola com a minha amiga Francisca. É tão bom quando a comida nos agrada no palato e que faz com que recordemos os nossos melhores momentos.

continuar a ler