Sua pergunta: Estou grávida e vou ser demitida Quais os meus direitos?

Qual o valor da multa por demitir uma gestante?

Depósitos de FGTS + multa de 40% (9 meses); 13º salário proporcional (9/12 avos); Aviso prévio com a projeção até o fim do período estável.

Estou grávida e fui demitida sem justa causa?

Se você foi demitida sem justa causa durante a gravidez, o prazo para cobrar seus direitos é de 2 anos. O prazo começa a contar do fim do aviso prévio. Esse prazo é chamado de prescrição bienal, quando acaba os 2 anos, você não pode mais cobrar nada.

Estou grávida a empresa pode me mandar embora?

​Na maioria das vezes, a grávida tem sim estabilidade no trabalho. Se a empregada, mesmo grávida, foi demitida, a empresa deve pagar uma multa pelo período de estabilidade. Se você foi demitida grávida, não perca nenhum direito, procure imediatamente um advogado e faça valer a Lei.

O que acontece se eu entrar em uma empresa grávida?

A estabilidade provisória da empregada gestante também é protegida em hipóteses de admissão mediante contrato por tempo determinado. A estabilidade da gestante é um direito constitucional e neste caso a mesma terá a estabilidade provisória desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto.

INTERESSANTE:  Como fazer o leite para criança?

Como calcular o valor de uma funcionária que foi demitida grávida?

Ou seja, a gestante deve receber os salários de todo o período de estabilidade, 13º salário, férias mais 1/3, FGTS com multa de 40% e, ainda, o aviso prévio com a projeção até o fim desse período.

Como calcular a rescisão de uma gestante?

O calculo e baseado na data da demissão, e com relação ao periodo de estabilidade, esse será uma INDENIZAÇÃO. – Indenização = (período da gravidez + 05 mês após o parto) nesse caso terá que fazer as contas. – Saldo de salário = 29 dias (salvo convenção coletiva de trabalho, em alguns caso inclui o sabado + domingo).

Estou em período de experiência e descobri q estou grávida?

O entendimento atual é que a empregada que se encontra gestante no contrato de experiência tem os mesmos direitos que uma trabalhadora que é contratada de forma definitiva. Sendo assim, a empregada grávida no contrato de experiência NÃO PODE SER DEMITIDA sem justa causa, pois tem estabilidade provisória.

Estou grávida e a empresa quer fazer acordo?

O acordo para rescisão de contrato de trabalho foi uma inovação trazida pela reforma trabalhista de 2017. … Um dos direitos da gestante é a estabilidade no trabalho. A garantia de que não será mandada embora desde o conhecimento da gravidez até cinco meses após o parto, salvo se comprovada a justa causa.

Pode demitir grávida na pandemia?

Estou grávida, posso ser demitida na pandemia? As empresas não podem demitir as gestantes, que possuem estabilidade provisória garantida por lei desde a confirmação da gravidez. … Assim, a empresa deve cumprir com o afastamento da gestante pelo prazo de 120 dias após o parto, que é conhecido como licença-maternidade.

INTERESSANTE:  Por que um bebê tem 300 ossos e não 206?

Como funciona o afastamento de gestante na pandemia?

O texto modifica a Lei 14.151, de 2021, que prevê o afastamento de empregadas gestantes das atividades presenciais durante a pandemia. E determina que elas deverão ficar à disposição do empregador por meio de teletrabalho, recebendo normalmente o salário. … O empregador ficará dispensado de pagar o salário.

O que acontece se eu engravidar no período de experiência?

Mulheres que engravidam durante um contrato de experiência também têm direito ao período que lhes garante estabilidade no trabalho. Nestes casos, porém, caso a funcionária seja demitida, ela só tem direito à reintegração se a validade do contrato estiver dentro do tempo definido para a estabilidade.