um livro para ti

bloga8, um livro para ti

[livro da semana] Viseu

Maior parte dos meus natais de Infância foram passados em Viseu – toda a minha família materna se juntava junto à lareira do meu padrinho e num tempo em que não havia smartphones nem computadores de jeito, cantávamos músicas usando os dotes do meu primo. Nós, as miúdas, ou dançávamos ou penteávamos os cabelos umas às outras. Depois começaram a chegar os primeiros namorados e a coisa perdeu-se.

Não só em épocas de frio me sentia de Viseu. Também passei grandes temporadas nas férias (ou da Páscoa ou antes das viagens que fazíamos com o meu padrinho para o sul de Espanha). O calor seco, entrava pelas janelas logo às dez da manhã e mais ninguém podia dormir descansado. O parque do Fontelo, acolheu muitas das nossas brincadeiras e o Rossio – iluminado – fazia parte da nossa caminhada diária. continuar a ler

bea recomenda, Crianças, Parentalidade, um livro para ti

[livro da semana] #GeraçãoCordão – a geração que não desliga + Desafio

Todos nós desde o primeiro momento da vida uterina somos alimentados por um cordão - o umbilical. Mal se nasce, e se começa a respirar sozinho, esse cordão é cortado. E passamos a ser um ser independente de tudo. Passamos a ser só nossos. Claro que precisamos de alguém que nos alimente, que cuide de nós, que nos abrace, que…continuar a ler
um livro para ti

[um livro à sexta] Birras? Achas bem?

Conheci este livro através da escola dos meninos e mal chegaram com o livro a casa, contaram-me que nunca mais o "bicho" das birras ia ficar gigante. Eu que nada estava a perceber do assunto, perguntei o que se passava. Então, o Pedrinho esteve a contar que a Rita (personagem principal da história) começou a chorar e o "Birras" (monstrinho) começou…continuar a ler
bloga8, um livro para ti

[um livro à sexta] O meu primeiro pontuário ortográfico

Este, apesar de já estarmos na terceira semana do ano, é o primeiro livro de 2017. Este ano, só para ser diferente, o livro sairá à sexta-feira – considerem uma sugestão de leitura de fim-de-semana. E nada melhor do que começar um novo ciclo com uma sugestão prática sobretudo para os pais que têm crianças em idade escolar.
Todos os dias encontramos autênticas pérolas do Português ou, nalguns casos, até os considero atentados à nossa mui nobre língua. continuar a ler

bloga8, um livro para ti

[um livro à quarta] O Filho Preferido

Quando sabemos que vamos ser pais tudo fica baralhado e confuso. Aqueles dois tracinhos numa palheta branca normalmente ficam gigantes e inconscientemente afetam o nosso dia-a-dia enquanto grávidas – como a mão na barriga, o não beber álcool, a tentativa de potenciar o silêncio e a calma. Pelo menos, quando me disseram que estava grávida começou aí toda a minha aventura de descoberta interior. Eu fui até uma grávida suportável pois passava oitenta por cento do tempo sozinha, mas acredito que a maior parte das mulheres se sinta ainda mais confusa na gravidez com tanta opinião, má língua ou até pessoas que querem ajudar mas não sabem que só estão a atrapalhar.

Normalmente, as grávidas frequentam cursos pré-parto com os cuidados ao recém nascido, com preparação para o parto e outras coisas relacionadas com o aspeto prático e teórico das “coisas”. Eu também os frequentei e na altura achava (e ainda acho!) que são bastante úteis para o dia-a-dia para o bebé. Mas o que estes cursos não ensinam é a sermos verdadeiramente pais. continuar a ler