Parentalidade

bloga8, Make me Craft, Parentalidade

o calendário da felicidade

Um dos meus grandes problemas desde que os meninos saíram da creche e passaram para o jardim infantil, foi a comunicação com eles do que se passava na escola durante o dia. E, apesar de eles serem comunicativos e autónomos, são na mesma medida reservados.

Não costumo fazer as tais perguntas-tipo “Como correu a escola?” ou “Hoje o que almoçaste?”

continuar a ler

bloga8, Crianças, Opinião|Bea, Parentalidade

“sou um menino agitado”

Era terça-Feira pelas cinco e trinta e cinco e chegaste a nossa casa um pouco aborrecido. Pedi para me ajudares a encontrar a chave do carro para irmos aos correios que fechavam às seis.
Sem resmungar, encontras as chaves e disseste-me com um sorriso rasgado: “estás a ver mãe, sou mesmo bom a encontrar as tuas coisas perdidas”. E és Realmente, és bom a encontrar coisas, como o teu irmão escondido na porta do armário ou até os comandos da consola que eu “arrumo” para não os veres.

continuar a ler

bloga8, Gravidez e Pós-Parto, Opinião|Bea, Parentalidade

avós, querem ajudar?

Quando nasce um bebé nasce uma nova mãe. É daqueles clichés que ouvimos na gravidez e, nomeadamente este, não poderia estar mais certo. Cada gravidez é única. E em cada uma delas nasce uma nova mãe. Do meu primeiro parto, nasceu a mãe do Pedro e do segundo, nasceu a mãe do Miguel. Felizmente, tive muita ajuda dos avós dos meus filhos neste primeiro início da maternidade de cada um deles e isso fez com que algumas coisas corressem bem melhor do que se estivesse sozinha.

continuar a ler
Parentalidade, Relacionamentos

a última bolacha do pacote

Há tanta coisa que muda quando somos pais, que não consigo definir qual delas é a mais profunda: se o corpo da mulher, se a forma de encarar a vida, se o amor incondicional pela aquela criaturazinha que acabou de nascer. O que para nós era uma verdade absoluta quando ainda éramos virgens na parentalidade, agora depois do milagre da vida, aquela verdade não era assim tão absoluta e passou, durante aquelas horas de parto, a uma verdade relativa. E realmente, daquele pedaço da carne da nossa carne, nascem pessoas transformadas, novos seres: os pais.

Nós, enquanto pais, temos o dever de dar aos nossos filhos ferramentas para que eles sejam adultos saudáveis: físicamente mas sobretudo, emocionalmente. A autonomia é essencial na vida. Somos nós que os preparamos para a dureza dos dias de adulto, somos nós que os preparamos para saber lidar com os seus relacionamentos, somos nós que somos responsáveis por transmitir segurança na liberdade que lhes damos e por todos os valores que lhes encutimos, não só nas palavras mas, também, nas ações. continuar a ler

bloga8, Crianças, Opinião do Especialista, Parentalidade, psicologia

[psicologia] Vantagens do Yoga para crianças

Em tempos abordamos aqui no bloga8 o tema do Yoga e o que ele abrangia. Podes ler ou reler esse texto aqui. O Yoga não escolhe idade nem género. Temos casos de idosos que são exímios praticantes de yoga, como também temos crianças de dois anos que também já são Yogis! Apesar das práticas de Yoga para crianças não serem…continuar a ler
bloga8, Opinião|Bea, Parentalidade

Famílias Felizes

Muita gente procura o segredo do elixir da juventude, de como transformar água em combustível ou até a ressurreição da carne. Mas enquanto não vier o Juízo Final e nada disto ser física e quimicamente possível eu só me preocupo com apenas uma coisa: ser feliz.

E, se na minha ainda curta experiência de vida tive alguns percalços no caminho, continuo a acreditar que são as pequenas coisas que nos fazem felizes.  continuar a ler

Opinião do Especialista, Parentalidade, psicologia

[psicologia] Os Valores em Parentalidade Consciente

Já aqui no se abordou o tema da parentalidade consciente – que podem ler ou reler aqui. Nele, mencionou-se que “A prática de uma parentalidade consciente, necessita de ser sustentada em valores sólidos.” Tal como uma casa se sustenta em pilares, também a parentalidade consciente se sustenta em valores basilares, que sustentam toda a nossa actuação como pais e educadores.

O texto de hoje, retoma o tema da parentalidade consciente, identificando a importância dos valores. continuar a ler

bloga8, Opinião|Bea, Parentalidade

Que futuros adultos estamos a criar hoje?

O futuro – aquilo que apanha sempre o presente. Esta frase era-me dita por um dos meus professores preferidos, quase todos os dias. Eu fui uma afortunada pois quase todos os meus professores pensavam primeiro na matéria humana que tinham dentro de quatro paredes e só depois na matéria programática que um senhor engravatado de Lisboa teimava que todos soubéssemos com os mesmos timmings.

Detestava algumas disciplinas da escola, nomeadamente Francês e Educação Visual – e, talvez por consequência, eram as únicas que não tinha assim muito jeito.

A questão da escola, como falei aqui não é algo que me preocupe muito. Ou melhor, o excelente aproveitamento dos meus filhos, não é algo que me preocupe. Preocupa-me sim, a escola estar cada vez está mais desajustada à realidade atual das crianças. É uma escola inspirada no século XIX, com professores do séc XX para crianças do século XXI. continuar a ler