psicologia

bloga8, Parentalidade, psicologia

[psicologia] Porque GRITAMOS tanto?

13942187_1328495270511837_136747393_n.jpgQuando desejei ser mãe, ocorreram-me todas as imagens de felicidade e realização pessoal como mãe e mulher. Nunca, em algum momento, me passou pela cabeça que o dia-a-dia de uma mãe (e pai) seria mais de stress do que serenidade.

Dois anos depois de ter sido mãe, dei por mim a ouvir do meu filho: “não gosto de ti, quero o papá”… como costumo dizer, “magoou-me o coração”… esta frase ecoou vezes sem conta na minha cabeça. Porquê que ele terá dito aquilo?

As crianças são sinceras, genuínas, sem filtros (porque ainda não os têm). Então percebi que, de alguma foram, eu é que teria “magoado o seu coração”. continuar a ler

bloga8, psicologia

[psicologia] Prazer em conhecer-te, Psicologia!

Já tod@s ouvimos falar de Psicologia, certamente! Mas nem tod@s sabemos o que distingue as diversas áreas da Psicologia. O âmbito de investigação e de actuação da psicologia é vasto, e está presente no nosso quotidiano. No entanto, a sua definição e delimitação, nem sempre foi facilitada… em especial, quando ainda perdura a ideia de que o Psicólogo trata dos “maluquinhos” – conceito completamente desfasado da realidade! continuar a ler

bloga8, Crianças, psicologia

[psicologia] Os direitos fundamentais de toda a criança

bloga8aAs crianças! A nossa inspiração!

É com um enorme gosto e orgulho que ajudo a não deixar este dia passar em branco.

A Declaração dos Direitos da Criança foi proclamada pela Resolução da Assembleia Geral 1386 (XIV), de 20 de Novembro de 1959. Esta declaração tem como base e fundamento os direitos à liberdade, aos estudos, a brincar e ao convívio social das crianças que devem ser respeitadas e preconizadas em dez princípios.

Aquando do convite que me foi dirigido para participar nesta iniciativa tornou-se evidente para mim abordar o tema da vinculação e das relações precoces, que se demonstram cruciais para um bom desenvolvimento. continuar a ler