Crianças

bea recomenda, Crianças, Parentalidade, um livro para ti

[livro da semana] #GeraçãoCordão – a geração que não desliga + Desafio

Todos nós desde o primeiro momento da vida uterina somos alimentados por um cordão - o umbilical. Mal se nasce, e se começa a respirar sozinho, esse cordão é cortado. E passamos a ser um ser independente de tudo. Passamos a ser só nossos. Claro que precisamos de alguém que nos alimente, que cuide de nós, que nos abrace, que…continuar a ler
bloga8, Crianças, EcoFamily

|vamos acabar com as picadas dos mosquitos?|

Quando vamos de férias para um local quente, há uma série de preocupações que saltam logo à vista: protetor solar, chapéus, roupa fresca e replente de insectos. É que estes pequeninos bichinhos adoram atacar os meus miúdos quando dormem.

O problema era que, como muitos de vocês já sabem, sou uma esquecida de primeira – conclusão – esquecia de aplicar o replente e os miúdos acabavam por ser mordidos na mesma.

continuar a ler

bloga8, Cozinha para Crianças, Crianças, Eventos

|cerelac: do trigo à barriguinha do bebé|

Na sexta-feira da semana passada, como muitos souberam através do meu Instagram, rumei a Lisboa a convite da Nestlé para saber como são feitas as papas Cerelac. Já no evento anterior tinha ficado com o bichinho da curiosidade em modo de alerta para conhecer melhor os produtos da Nestlé Infantil e como sou um pouco como o S. Tomé – ver para crer – este convite foi ouro sobre azul.

continuar a ler

Crianças, pediatria

[pediatria] Picky Eaters – Seletividade Alimentar

Você fez tudo certinho, fez a introdução alimentar aos 6 meses corretamente, o bebé gradualmente aceitou as papas e, quando você achava que estava tudo certo, ele começa a recusar. Principalmente por volta do segundo ano de vida: não come “nada”, mama menos, parece que vive de vento. O medo se acentua quando o bebê é “magro” (na visão dos…continuar a ler
bloga8, Crianças, Irmãos

|irmãos: os deles e o meu|

Esta é a primeira fotografia deles juntos. Não acredito que já se passaram quase três anos e que quer um, quer outro tenham mudado tanto: já nenhum usa fraldas, nenhum mama, nenhum chora para comer e já nem sequer acordam de noite.

Hoje sorriem mais, tagarelam um com o outro e até já dão passes na bola. Chateiam-se, puxam cabelos, dizem um ao outro “gosto muito de ti” e “eu sou teu amigo”, mas também, chegam a insultar-se de “mau” e “parvo”.

continuar a ler

Bebés, bloga8, Cozinha para Crianças, Crianças, Eventos, Gravidez e Pós-Parto

|os primeiros 1000 dias: comer saudável, crescer saudável|

No passado sábado, a convite da Nestlé Infantil, fui a Lisboa assistir à conferência “Primeiros 1000 dias: Impactos na saúde do bebé”.

Confesso que inicialmente estava apreensiva quanto à palestra. Primeiro porque receava que fosse um género de “retiro” para promover as marcas (o que não foi de todo!) e em segundo lugar, porque eu, mãe que amamentei os meus filhos até eles quererem, não queria de todo que fosse considerada uma “maluquinha das maminhas” por estar num evento daquele género.

continuar a ler

bloga8, Crianças, Irmãos

[organização com crianças] 5 dicas de arrumação para espaços de brincar

Não está fácil, pois não? Isto de gerir a nossa casa assemelha-se cada vez mais àquele pequeno momento do primeiro filme da trilogia “The Matrix” em que aparece o gato duas vezes. Como se chamava ele? Ah sim! Déjá vu!

Não lhe parece? A repetição de rotinas de arrumação e a sensação de “voltar a fazer tudo outra vez” é tanta que até o próprio Sísifo foge a sete pés, volta para o seu suplício e abre os braços para apanhar com o pedregulho nas trombas de bom grado. Às vezes é ridiculamente surreal: viramos costas e de repente a nossa casa está de novo virada do avesso como se fosse habitada por poltergeists. continuar a ler

bea recomenda, Bebés, bloga8, Crianças, Eventos

|a primeira grande novidade de 2017|

Tudo começou com a Joana. Dizia-me constantemente que este ia ser o grande ano para nós. Para mim, para ela e para o outro vértice do nosso triângulo da amizade, a outra Joana.

Eu acredito muito na lei do retorno e, por isso, tento sempre dar o melhor de mim. O melhor de mim é espelhado neste blog, onde tento reunir os melhores profissionais, os temas “fora da caixa” sobretudo para sentir fiel ao que penso, ao que sinto. Não penso em estatísticas nem em números: penso nas pessoas que nos lêem diariamente para saber mais ou aquelas que nos encontram nas redes e nos sites de pesquisa. Sei que esse é o caminho.

continuar a ler