Porquê que o meu bebé espirra tanto?

Neste artigo vai descobrir porquê que é tão comum os recém-nascidos espirrarem, sem que isso signifique que estejam doentes!! 

Na verdade, o espirro é um mecanismo de protecção do recém-nascido. Para poder compreender este facto, vamos falar um pouco sobre anatomia e fisiologia do bebé: 

  • O bebé não sabe que pode respirar pela boca até cerca dos 9 a 10 meses de idade. 
  • A função do nariz do bebé é, além de permitir a passagem do ar, fazer a sua purificação – tal como no adulto – impedindo que impurezas e outras coisas como pêlos de roupa e animais por exemplo, cheguem aos pulmões. 
  • O nariz do recém-nascido é, como tudo o resto, muito pequenino e fica facilmente obstruído .
  • Se o nariz estiver obstruído, o bebé não irá conseguir respirar correctamente. 
  • Quando pegamos no bebé ao colo, quando ele se encosta ou quando mama, a(s) sua(s) narina(s) facilmente se “fecha(m)” e fica(m) “colada(s)” impedindo a passagem do ar. 

Posto isto, o bebé sente de facto necessidade de espirrar com frequência, quer seja para limpar o nariz e expulsar algum pêlo ou impureza, quer para tentar “abrir” a narina que ficou “colada” após se ter encostado à mãe. 

Mas, e quando o bebé está de facto doente?

Nesse caso, haverá outros sinais sintomas, como secreções nasais importantes, tosse, febre, baixa do estado geral. E neste caso, quando falamos de um recém-nascido com alguns destes sintomas, deve ser visto, sendo que febre e diminuição do estado geral são critérios para ser visto em urgência! 

Assim, podemos concluir que um recém-nascido ao espirrar não significa de todo que está doente, mas simplesmente que – na maioria dos casos – está a cuidar das suas vias respiratórias superiores!! 

 

Artigo por Cátia Godinho

Enfermeira Pediátrica | Consultora de babywearing | mãe

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.