Rock on, Bea!

Foi há 4 anos que fui a última vez ao Rock in Rio. Estava grávida do Miguel e fui ver o meu amor platónico de sempre – o Robbie Williams. Lembro-me da minha excitação quando vi o concerto, lembro-me de ver várias grávidas (grávida, repara em grávida, certo?) e algumas famílias com crianças pequenas.

Este ano regressei à Cidade do Rock e apreciei melhor o que de bom tem o festival.

Passada uma semana do término deste mega festival, conto-vos as novidades desta edição e, claro, a minha experiência.

Sustentabilidade

O Rock in Rio Lisboa, este ano apostou este ano por colocar em vigor uma prática de sustentabilidade bastante ecológica: copos reutilizáveis e por isso, reduziu em muito a quantidade de plástico utilizada. Segundo a organização foram consumidos 90.000 copos de Somersby, 360.000 copos de Super Bock e 62.500 de Pepsi. Fazendo as contas eram mais de meio milhão de copos direitinhos para o lixo. O senão era que o copo tinha de ser pago, e por isso, acrescia um custo.

Outra das medidas de sustentabilidade implementadas foi a colocação de vários pontos de recolha de lixo seletiva.

Acessibilidade

Hoje em dia diria que é desumano que não se pense nestas questões, mas o que é certo é que em diversos locais e vias públicas são completamente desajustadas às pessoas com mobilidade limitada (ou às famílias com crianças pequenas). Estive atenta a esses pormenores e, realmente não vi qualquer restrição de acesso a nenhum local (nem mesmo à sala de imprensa.

Para além da acessibilidade motora, este ano a organização do RIR apostou numa APP funcional para smartphones que permitia para além de ver todo o mapa do recinto, fazer marcações na roda gigante de modo a não estar na fila à espera. Na app também se podia ver as horas dos concertos em todos os palcos. Outros dos benefícios deste festival foram as 7 torres de carregamento dos telemóveis instaladas e que permitiram aos festivaleiros terem acesso a 750 pontos de carga independentes.

Family Friendly

O Rock in Rio é procurado por milhares de pessoas a cada edição e muitas destas pessoas são pais e mães e, claro, crianças. Dessa forma estive atenta a todas as infraestrutura que permitissem aos mais pequenos disfrutar do evento.

Parques temáticos | Animação

O Dino Parque da Lourinhã estava presente com alguns dos seus mega dinossauros, bem como a Disney com a promoção do seu novo filme Os Incríveis (que eu já fui ver e vou falar nele mais tarde no blog). Nestes locais era possível tirar fotos e até trazer uma recordação!

Coisas que todos precisamos mas que só reparamos que faltam quando estamos nessas situações

Ir para um festival com crianças pode ser muito cool, sobretudo se estas já forem crescidas e quase independentes (dos 6 em diante). Mas a coisa muita de figura quando ainda são bebés com fraldas para mudar, com papas e afins à mistura. Andei à procura destas soluções no recinto e encontrei apenas um fraldário.

Confesso que não vi muitas crianças de colo e que secalhar a utilização destes espaços era muito reduzida, mas penso que a organização deveria ter apostado numa área baby/family friendly mais completa, com um pequeno espaço para mudar a fralda com mais comodidade e sem distinção do género do cuidador (este fraldário estava numa casa de banho das mulheres), com espaço para aquecimento de sopas, papas e leites. Engraçado será de dizer que vi um bebé a ser amamentado no recinto. 🙂

Limpeza

É incrível que num dos maiores festivais do país, esta tenha sido a palavra de ordem. Sempre que entrei numa casa de banho, estava uma equipa a limpar. Todo o recinto estava mais limpo sobretudo com a redução dos plásticos que falei acima.

Créditos Fotográficos @Ana Fraga Fotografia

A melhor novidade do Festival – Time Out Market

Para mim, a melhor coisinha que o Rock in Rio teve (à exceção dos concertos, obviamente) foi o Time Out Market. Aqui pudemos comer e saborear comida de autor. Eu comi umas pataniscas bem saborosas da Marlene Miranda mas os bolinhos de bacalhau também me saltaram à vista.

Até para a próxima edição RIR!

 

Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.