A culpa toda é da lamechice

Este artigo vai ser um género de confissão, uma remissão dos meus pecados: hoje vou-vos contar as minhas manias e como é (des)organizada a minha cabeça.

Desde cedo que ando descalça em casa e raramente ando agasalhada. Em pleno inverno consigo andar em “mangas de camisa” como a minha avó dizia e não sinto frio.
Gosto de dormir com lençóis de algodão e detesto coisas polares.
Antes de ser mãe tinha mais umas quantas mas com o cansaço, a falta de tempo ou até a tentativa de ser mais prática algumas dessas manias perderam-se.
Depois dos miúdos nascerem ganhei mais umas quantas maniazinhas mas principalmente com eles: quanto à rotina, ao sono, à alimentação e tantas outras coisas.

Uma das mais engraçadas diz respeito à escolha da roupa.

Apesar de não o fazer diariamente por uma questão de manter a identidade de cada um deles, adoro vestir os miúdos de igual. Acho que ficam mesmo queridos e reforça a ideia de serem parecidos! (Há mesmo gente que pergunta se são gémeos).
Mas se acham que a minha paranoia se ficava por aqui, enganam-se. Eu por diversas vezes também me visto igualzinha a eles! Valem-me as marcas como a Pisamonas que têm calçado com tamanhos grandes para miúdos mais crescidos e eu aproveito para comprar logo uns quantos pares para mim e para eles. É que nesta marca para além de todo o conforto do calçado, a compra também é confortável através das varias formas de pagamento disponiveis ou até da comodidade das devoluções e trocas grátis.
Ahh e ia esquecer-me de uma coisa importantissima! A Pisamonas já salvou imensas familias com a coleção permanente, uma vez que para quem vai para destinos assim quentinhos no inverno é um filme encontrar calçado adequado. Esta marca tem sempre um stock de inverno e verão para estes casos.
Quanto à roupa, como normalmente visto um S ou XS, os 13/14 e 14/16 das marcas infantis servem-me na perfeição.
Podia dar-me para pior, eu sei. E acreditem, antes de ser mãe achava isto uma tristeza. Mas o meu coração agora não aguenta com tanta fofice junta. Estou uma lamechas, eu sei, mas a culpa é da Oxitocina!
E god bless that!
Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Este artigo tem 3 comentários
  1. Patricia Romana diz:

    Gostei muito do artigo “A culpa toda é da lamechiche” 😄😉😘

  2. Joana Belo diz:

    Tudo a combinar!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.