Em época de campanha, eu dou-vos AS razões para votar!

O fim-de-semana por aqui foi duro. Acordei sábado com uma carrinha a entoar um horroroso hino de campanha. Já é assim há mais de cinco fins-de-semana. Mas como hoje é segunda-feira e sei que andamos todos em modo saída de fim-de-semana, preparei para vocês várias razões, daquelas mesmo muiiiitooo boas para votar nas próximas Eleições Autárquicas!

Dizem que nas autárquicas temos de votar, sobretudo, “na pessoa”, uma vez que se trata de uma política de proximidade e claro, eu fui analisar OS candidatos nestas autárquicas.

Razão número 1: Ricardo Robles, BE, Lisboa

O meu coração pára (apenas por uns segundos) quando olho para o cartaz do Bloco de Esquerda em Lisboa. A isto se chama, campanha desigual, pelo menos no que diz respeito ao atual presidente da câmara de Lisboa. Se votasse em Lisboa, o meu voto poderia perfeitamente ir para o Bloco, uma vez que gostava de o ver mais vezes em debates e em inaugurações. Batia palminhas a isso tudo!

Pois é verdade, caras leitoras, esta carinha laroca que parece ter saído das jotinhas de direita, é mesmo um candidato à maior autarquia do país e pelo Bloco de Esquerda.

Razão número 2: João Ferreira, CDU, Lisboa

A esquerda apostou forte na Capital. Não bastava o Ricardo do Bloco para conquistar o eleitorado feminino, veio a CDU tentar dividir o protagonismo. Cá para mim, a razão número 1 é mais forte, mas claro que na falta do primeiro, temos de ter sempre a opção B.

Eu que pensava que o Partido Comunista era apenas uma cambada de velhinhos, sai-me este candidato da cartola. Mui bien. Mui bien.

Razão número 3: André Coelho Lima, “Juntos por Guimarães”, Guimarães

Passando da capital, para o berço da Nação e para não pensarem que sou só apologista dos candidatos de esquerda, o candidato de direita de eleição é o André Coelho Lima.

A Coligação “Juntos por Guimarães” aposta então no advogado da cidade para concorrer pelo PSD/CDS/PPM.

Razão número 4: Bernardo Ramos, PAN, Sintra

Não é candidato à Câmara, mas isso não invalida estar nestas “razões” para ir votar, certo? Candidato à Assembleia Municipal de Sintra pelo Partido dos Animais e da Natureza, Bernardo mostra-se nesta foto, com muita “natureza” de espírito.

Atenção malta de Sintra que acho que o PAN vai crescer (e muito!) nas intenções de voto.

Razão número 5: Pedro Pina, CDU, Setúbal

A CDU anda a apostar forte nos candidatos. Das duas uma: ou lhes anda a oferecer entradas livres no Avante ou a prometer algo inédito. O Pedro é um dos Candidatos à Câmara Municipal.

Provavelmente não será eleito, mas é um estágio para as próximas.

Razão número 6: José Pedro Rodrigues ou “Zé Pedro”, CDU, Matosinhos

Matosinhos anda num reboliço autárquico, mas quem tem passado pelos pingos da chuva é o Zé Pedro Rodrigues. Também com outdoors com o Narciso Miranda ou o António Parada, ninguém o bate.

Nota: sim, prometo que é o último da CDU. Fonix, que este ano eles apostaram noutro tipo de “marketing” muito mais inteligente!

Razão número 7 e 8: Nuno Melo e Paulo Cunha, CDS-PP, PSD, Famalicão

Se tivesse de eleger a dupla vencedora das autárquicas em termos de “marketing” visual, elegia o Nuno Melo e o Paulo Cunha.

Eu bem sei que eles já são pró nestas andanças. O Paulo é atual presidente de câmara e recandidato à autarquia e o Nuno, bem, o Nuno toda a gente o conhece e é candidato à Assembleia Municipal.

A este fenómeno eu chamo portificação – que é como quem diz – que são como o Vinho do Porto, quanto mais velhos, melhores.

A quem conseguiu acabar este post sem palpitações, recomendo a visualização do nosso post para a semana com as melhores razões (no feminino!).

Não se esqueçam… Se me esqueci (ou não vi) a vossa razão de votar, deixem um comentário no Facebook! 🙂

Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.