[pediatria] Obstrução do canal lacrimal

Obstrução do canal lacrimal é a causa mais comum de lacrimejamento em bebés, principalmente nas primeiras semanas de vida. 
As lágrimas produzidas na glândula lacrimal, localizada na parte superior, escoam pelo olho lubrificando-o e são drenadas pelas vias lacrimais que direcionam a secreção para o nariz, onde é eliminada.

Acontece que em alguns bebés, pelo fino calibre dessas vias, ocorre obstrução e a drenagem da lágrima é dificultada.
O bebé costuma ter lacrimejamento claro ou amarelado, pode acordar com os olhos colados de secreção, mas não há sinais inflamatórios como vermelhidão, pus e inchaço.

Esses sinais diferenciam a obstrução do canal lacrimal de uma conjuntivite (quando o “branco”do olho está afetado). O diagnóstico é clínico e o tratamento é conservador: conforme a criança cresce, o calibre da via lacrimal aumenta e o lacrimejamento desaparece.

Limpeza ocular e nasal com solução fisiológica e massagem no canto nasal 2 a 3 vezes ao dia podem ser indicadas pelo médico. Colírios não costumam ser indicados, salvo se há infecção secundária.
São poucos os casos em que o bebé necessita de outros procedimentos especializados, mas, nestes casos, o pediatra encaminhará para o oftalmologista pediátrico.
Este artigo não dispensa de consultar o seu médico assistente.

Artigo por Evandro Amorim

A saúde do seu filho está em boas mãos: as suas. Mas quando precisar de ajuda e orientação conte connosco! Medico Pediatra | Brasil | CRM/SC 17.363 RQE/SC 12.828

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.