|2016: o ano do trabalho|

Podia estar aqui a falar sobre todas as coisas boas e menos boas que me aconteceram, mas isso seria apenas debitar sobre passado e se há coisa que me recuso a falar é do que passou. O passado, para mim, só serve para aprendizagem e, sendo assim, recordo que este ano foi o ano do trabalho.

Normalmente o trabalho, quando é feito com amor, entrega e disponibilidade não custa – e este ano passou muito rápido, por isso, acho que mesmo trabalhoso foi um bom ano.

Foi generoso pois conseguimos todos cá em casa ter uma boa saúde, felizmente já tenho dois rapazinhos enormes cá em casa, tenho um homem entradote na idade mas muito sexy (lol) e eu, com quase um quarto de século e ainda prás curvas (mas só de dia que à noite é muito cansativo).

Este ano foi também o ano das Joanas. As minhas Joanas – a Joana B, a Joana M e a Joana G entraram ou reentraram na minha vida e foram uma ótima surpresa. A B, só nos conhecemos a meio do ano, mas falamos a toda a hora e é a pessoa que conheço mais parecida comigo. Estamos sempre a aparvalhar e ela nem sabe o que lhe espera na terça-feira (faz anos!). A Joana M, já vossa conhecida porque é quem atura as minhas pancas – psicóloga de serviço cá no blog, e é aquele bombom que olhas para ele e é todo bonitinho mas é quando o  trincas (ou seja, lhe vês o interior) é que ficas verdadeiramente maravilhado – a minha Joana M é assim, todo o pacote (exterior + interior) dela é lindo. A sorte é do marido que a trinca todos os dias! (tinha que javardar isto!). Por fim, a Joana G, que não está à espera de todo deste testamento. A Joana é uma guerreira; a sua vida pessoal dava para um filme (mesmo!) mas está sempre pronta a ajudar. Não baixa os braços às adversidades da vida pessoal e profissional e luta, com as armas e sobretudo com os braços que têm para dar o melhor ao filho. Sinto-me tão feliz por estar rodeada de Joanas! 🙂

As minhas listas das obrigações e das metas foram maioritariamente cumpridas e sinto-me bastante contente comigo própria. E já tenho a próxima pronta para o próximo ano e também vou partilhar aqui neste cantinho na próxima semana.

Estou grata como todos vocês receberam a Meraki nos vossos corações. Sou muito mais completa com este projeto. Muito, muito OBRIGADA.

Em balanço: estou feliz.

Desejo para 2017: saúde para todos os que me rodeiam (porque o resto, eu trato de trabalhar para isso, e sei, que vou conseguir!)

Deixo-vos com a primeira fotografia de 2016 da nossa família, as 0h15 de dia 1 de Janeiro de 2016. Um FELIZ 2017 com muita saúde, amor e paz!

12471309_587836568037333_1289970171_o.jpg

Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.