“Sabes o que celebras hoje?”

_mg_3521

Hoje de manhã, recebi uma chamada de alguém por quem tenho muita estima, por razões de emoção e coração, tal como é a minha pratica católica: de coração e sem obrigação.

Do outro lado da linha, ligava-me um homem sábio e erudito. Um Padre reformado, que passa os seus dias na paz do silêncio. Segundo ele, o seu dia-a-dia é de reza e estudo, porque “há tantas coisas para aprender!” – diz este homem que cora qualquer jovem ao saber a sua idade…

A determinado momento, perguntou-me:

“Sabes o que celebras hoje?”

P. – “Sabes o que celebras hoje?”

J. – “A Natividade? Nascimento de Jesus?”, respondi.

P. – “Hoje celebras o TEU Natal.”…

J. – [fiz silêncio]. O Sr. Padre prosseguiu…

P. – “Tu também nasceste e vieste à Terra com um propósito. Hoje celebras o teu Natal, o teu nascimento e, com ele, aquilo que tens feito, que tens trabalhado.”

“Hoje celebras o TEU Natal.”…

Seguiu-se umas citações literárias sobre não estar preparado para certos momentos, por se saltarem ou se desvalorizarem etapas, e a tendência para olhar para os obstáculos de forma negativa, ao invés de analisar de forma positiva o que podemos fazer para, novamente, tentar. Ou simplesmente aceitar e agradecer a oportunidade que se teve…

Aquilo que retive da sua mensagem, centra-se no propósito de que: colhemos o que semeamos e, se nada semearmos, nada colhemos. Se nos é dado algo e não investirmos nisso, gastamos e sem nada ficamos. E o investimento não tem de ser monetário… pode muito bem ser uma relação afectiva!

Ao invés, se investirmos em nós, na nossa vida, aproveitarmos as oportunidades que nos são proporcionadas, por mais penoso que seja o caminho, ele faz parte da nossa jornada e com ele crescemos.

P. – “Por essa razão desejamos «Bom Natal», para que cada um tenha e celebre «o SEU Natal». Eu entendi que este seria os votos equivalente a uma “Boa Caminhada”.

Por isso, da próxima vez que derem por vocês a pensar no quão comercial o Natal é, na obrigação de comprar prendas e enviar mensagens pro-forma, não permitam que esse seja o foco do vosso pensamento. Não lhe dêem palco nem plateia!

Ao invés, afastem esse pensamento com gentileza, e saboreiem o VOSSO Natal, a retrospectiva do vosso ano e a concretização da vossa jornada neste mundo, revejam o vosso propósito e as vossas metas… e colham o fruto de todo o vosso esforço, trabalho, sofrimento e alegria pelo caminho…

“Have your self a merry little Christmas” – Permitam-se a celebrar o vosso pequeno Natal (só vosso).

Hoje é véspera de Natal… Desejo-vos muito amor próprio e uma voz interior cheia de amor incondicional. Sejam a vossa melhor versão. Sejam felizes.

Votos de um Feliz e Acolhedor Natal e uma “Boa caminhada” por 2017.

Com emoção,

Joana Madureira

Artigo por Joana Madureira

Mulher e Mãe de duas crianças. Psicóloga, Formadora, Consultora de Recursos Humanos e Blogger Mentora da marca registada SCHOLA - Educar para a Felicidade.

Este Artigo tem 1 comentário
  1. 😊 dia de… Natal… 💖

    Que seja, simplesmente (com tudo o que de simples é maior), um Bom dia de… Natal… para todos! 💖

    (http://feltronasmaos.blogspot.pt/2016/12/dia-de-natal.html?m=0)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.