[psicologia] Iluminado.

Quando é diagnosticado uma doença grave a uma criança ou adolescente, (ou até um adulto!), vivencia-se um intenso choque. É uma ameaça que nenhum progenitor deseja, alguma vez, enfrentar. Muito menos uma criança.

O cancro é das doenças mais mortíferas. Não escolhe género nem idade. E constitui uma perigosa jornada para a criança que está doente, assim como para toda a sua família.

No livro de Brenda Mallon, intitulado “Ajudar as crianças a ultrapassar as perdas“, a autora partilha alguns testemunhos do percurso de crianças e famílias, na luta contra a doença. Desta obra, decidi ressalvar estas estratégias de gestão das emoções:

  • Importância das crianças poderem estar permanentemente acompanhadas por um adulto da sua referência;
  • Poder falar livremente. Incentivar a falar e expressar-se sobre o que sente;
  • A escrita de um diário pormenorizado (com ou sem ajuda de um adulto), onde regista pensamentos, sentimentos, ideias;
  • Realizar actividades criativas ou um trabalho artístico.

A escrita de um diário, ou de um trabalho artístico, ou de uma actividade criativa, tendem a desempenhar um papel curativo e a facilitar a expressão das emoções, especialmente quando estas são difíceis de verbalizar.

Foi isso que o Helder Magalhães fez: escreveu a sua experiência num livro, intitulado “Iluminado“.

Com 16 anos de idade, foi-lhe diagnosticado um tumor maligno, tendo-lhe sido dito que poderia vir a perder o membro inferior direito, caso os tratamentos de quimioterapia não tivessem sucesso.

O Helder decidiu escrever um livro, relatando a sua experiência. O que começou com uma narrativa autobiográfica, tornou-o escritor (podem consultar a sua bibliografia aqui).

Aproximando-nos desta época festiva, a equipa do Bloga8 e o escritor Helder Magalhães, querem presentear os seus leitores com um exemplar disponível da obra “Iluminado”, já que a edição de 2011 esgotou.

Será o próprio escritor, Helder Magalhães, que juntamente com a equipa do Bloga8, escolherá o testemunho a premiar. No final deste texto, encontrarão informações adicionais sobre como participar.

O mote deste texto é mesmo esse: desafiar os nossos leitores que já tenham passado por uma doença grave (sua, de um filho ou de um familiar próximo) e fazê-lo através da escrita curativa.

Este passatempo pretende ser o nosso “presente” desta Época Natalícia, um Presente de Esperança. Porque a escrita também é uma estratégia de renovação e crescimento. E todos crescemos na partilha. Contamos com as vossas histórias de vida!

Despeço-me com votos de BOAS FESTAS, repletas de esperança.

Joana Madureira

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O PASSATEMPO

Sinopse do Livro Iluminado: “Num discurso notada e declaradamente de catarse, o autor leva-nos a esquecer essa condição, através da fluidez que empregna este seu livro. Uma viagem pelo sofrimento, mas, e sobretudo, pelo objectivo: viver. Um livro para quem a desistência não é opção.”

iluminado

Como participar: A participação deverá ser em formato escrito, podendo ser em forma de texto (em corpo de e-mail, word ou pdf) ou em forma de trabalho artístico e/ou criativo (fotografia ou digitalização), que se faça acompanhado de uma descrição pormenorizada.

Os leitores deverão enviar a sua participação escrita (ou em corpo de texto, ou em word, ou em pdf) para ambos os e-mails mail.bloga8@gmail.comiluminado9@gmail.com até ao dia 05 de Janeiro de 2017. O resultado deste passatempo será comunicado no facebook do Bloga8 no dia 06 de Janeiro de 2017, data em que se celebra o Dia de Reis. O participante premiado será contactado por e-mail.

BOAS FESTAS

 


BIBLIOGRAFIA:

Mallon, B. (2001). Ajudar As Crianças a Ultrapassar As Perdas – Estratégias de Renovação e Crescimento. Colecção: as Mãos e os Frutos. Porto: Ambar.

Magalhães, H. (2011). Iluminado. Coimbra: Temas Originais Editora.

Artigo por Joana Madureira

Mulher e Mãe de duas crianças. Psicóloga, Formadora, Consultora de Recursos Humanos e Blogger Mentora da marca registada SCHOLA - Educar para a Felicidade.

Este Artigo tem 1 comentário
  1. […] o texto Iluminado, iniciamos a distribuição de presentes pelos nossos […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.