[farmácia] A Pirâmide da Dieta Mediterrânica

A Pirâmide da Dieta Mediterrânica: um estilo de vida para os dias de hoje.

A-nova-piramide.jpg

Para além da da roda dos alimentos existe a pirâmide da dieta mediterrânea que introduz algumas novidades na área da alimentação e não só. Vejamos da base para o topo:

Atividade Física – Não só exercício em ginásio ou desportos colectivos mas o caminhar, subir escadas, cozinhar, etc. Tudo o que seja por o corpo em movimento está na base da pirâmide.

Biodiversidade e sazonalidade dos alimentos assim como se deve utilizar produtos tradicionais de cada país.

Sono tranquilo – Descansar correctamente é também parte de um estilo de vida saudável e equilibrado.

Convivência social e familiar – A reunião para fazer uma refeição está também na base da pirâmide. Cozinhar e conviver à mesa na companhia de familiares e amigos fomenta o bem-estar. É importante também fomentar o gosto pela cozinha nas crianças.

Água e Infusões – Um adequado estado de hidratação é essencial na manutenção do equilíbrio dos fluídos corporais. Beber água ás refeições é o que aconselha a pirâmide.

Cereais – É recomendado o consumo de 1 a 2 porções de cereais de preferência integrais a cada refeição principal.

Hortícolas – Os hortícolas são essencialmente fornecedores de vitaminas, minerais e fibra alimentar.

Fruta fresca – A fruta fresca é essencialmente fornecedora de glícidos, vitaminas, minerais e fibra alimentar.

Azeite – O azeite é fornecedor de lípidos, ácidos gordos essenciais, e vitaminas lipossolúveis, como a vitamina E. O azeite deve ser utilizado em substituição do óleo.

Frutos Oleaginosos, Sementes e Azeitonas – Os frutos oleaginosos, as sementes e as azeitonas são excelentes fornecedores de ácidos gordos essenciais, proteína vegetal, vitaminas, minerais e fibra alimentar.

Ervas Aromáticas, Especiarias, Cebola e Alho – A utilização de ervas aromáticas, especiarias, cebola ou alho traduz uma excelente forma de introduzir diversidade de aromas e sabores aos alimentos, contribuindo para a redução da adição de sal e assim a prevenção de hipertensão.

Lacticínios – Os lacticínios são fornecedores de proteínas, minerais dos quais se destaca o cálcio, e vitaminas.

Carne, pescado, ovos e leguminosas secas – A carne, o pecado, os ovos e as leguminosas secas proporcionam vários nutrientes como proteínas, lípidos, glícidos (este último essencialmente no caso das leguminosas secas), vitaminas e minerais, contribuindo para o adequado aporte de ácidos gordos essenciais.

Doces – Os doces apresentam elevada densidade energética, isto é, fornecem um elevado teor energético. Os doces devem ser só para situações de festas.

Para saber mais sobre a roda dos alimentos pode encontrar tudo clicando aqui.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.