[um livro à quarta] Como funcionavam os dinossauros (hoje com uma convidada especial)

Nova ImagemQuando oferecemos livros, estamos a oferecer aventura, descoberta e magia! Estamos a oferecer um presente multifuncional que não serve somente para ler!

Os livros infantis, desempenham um sem número de possibilidades de brincadeiras, de actividades e de muitos momentos lúdico-pedagógicos… basta sabermos explorá-los!

Quando se oferecem livros e se conhecem os gostos de quem os vai receber… ah, então aí a magia acontece…!  Foi o que aconteceu com este livro, que uma querida amiga ofereceu ao rapazola.

A temática não podia ser mais adequada, pois cá por casa há muitos livros de dinossauros, mas este é um bocadinho mais especial…

“Como funcionam os dinossauros” é um que livro que, obviamente, nos fala de dinossauros.

Logo desde a capa, podemos observar as ilustrações simples mas muito, muito divertidas, com um traço solto, ritmo e cores apelativas. Quando o começamos a folhear, percebemos que reune os ingredientes perfeitos para pequenas mentes curiosas e sedentas de informação pertinente!

O livro consegue passar a informação científica e correcta sobre estes seres já desaparecidos, de uma forma muito engraçada e acessível aos pequenos leitores a que se destina! Os factos reais apresentados, sobre triceratops, apatossauros, t-rex e outros dinossauros, vêm acompanhados de pormenores carregados de humor e com umas dino-piadas hilariantes e que fazem rir toda a família!

Como podes saber se tens um stegossauro no frigorífico? *

O que é pior do que uma girafa com dor de garganta? **

O que tem 4 toneladas e 16 rodinhas? ***

Este livro é altamente apropriado a todos os que gostam e já percebem um pouco de dinossauros, mas também a todos aqueles que não percebem muito (ou nada!) destas criaturas mas que vivem com verdadeiros apaixonados por elas!

Cá em casa foi um sucesso imediato!

Autor Alan Snow

Editado por Civilização Editora

* Quando a porta do frigorifico não fecha! ** Um apatossauro com dor de garganta! ***Um mamute a andar de patins



Quem escreveu este “livro à quarta”?

Eu sou a Alexandra.
Sou mãe, designer, contadora de histórias e inventora de muitas outras!
Por gostar tanto de livros infantis e de crianças, no momento de fazer a investigação para a minha dissertação de mestrado, não tive a menor dúvida: a investigação iria ser precisamente sobre o livro infantil!
 
Como sou licenciada em design gráfico e a imagem é a minha principal ferramenta de trabalho, decidi que iria juntar estes três fatores: crianças+livro infantil+imagem. 
Assim, embarquei na descoberta do livro infantil sem texto. Livros mágicos onde as imagens são as personagens principais e as crianças as melhores narradoras de histórias! 
 
Desenvolvi oficinas e contei com a colaboração de pequenos hobbits muito interessados e entusiasmados. Estes meus pequenos ajudantes, foram exploradores de livros, de narrativas e de histórias inventadas e criadas todos os dias! 
A descoberta da novidade ao virar a página, a possibilidade de criar uma nova história, totalmente diferente da anterior, com o mesmo livro, foram momentos registados, observados e estudados. Destas oficinas, saíram conclusões, certezas, dúvidas e outras questões para futuras investigações.
Foi uma descoberta interior que me fascinou e que me deixou viciada em querer saber mais. 
 
Terminada a investigação e entregue a dissertação, ficou um sabor adocidado, uma vontade de continuar e de me embrenhar cada vez mais neste mundo do livro infantil.
Agora, ajudo pais, tios, avós e amigos de crianças que me pedem opinião sobre os livros que devem oferecer aos mais pequenos. Dou palestras e workshops para quem quiser saber mais sobre estes livros tão especiais e continuo a pesquisar e querer saber cada vez mais sobre este tema fascinante.
 
Entretanto, quando fui mãe ganhei uma imensa inspiração para escrever histórias infantis que me vão saindo da cabeça!
Editei uma delas em formato frasco e ando a ver se consigo editar outras!
 
Sou feliz! Acredito que as crianças são mesmo o melhor do mundo e que todos nós temos muito a aprender com elas!
 
Todas estas teorias sobre o livro infantil e sobre a relação das crianças com este objecto mágico começaram a precisar de um local onde eu as pudesse partilhar… foi assim que nasceu o Planeta Zorp!
Zorp é um planeta muito especial e que faz parte de mim há muitos anos! Agora passa a ser um planeta de partilhas, um local para dúvidas, questões e algumas teorias interessantes. 
Estão todos convidados a viajar até ao Planeta Zorp… sintam-se em casa, divulguem, questionem e opinem!
 
Um grande Olaré para todos, Xana!

 

Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Este Artigo tem 1 comentário
  1. alexandrabaiao diz:

    Oh… Estou radiante!! Um grande beijinho para vocês!!!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.