|baby wearing – esqueça carrinhos e acessórios e dê o melhor de si – o colo|

Esta semana é a Semana Internacional de BabyWearing e decidimos comemorar de uma forma especial. Eu, leiga no assunto me assumo, contactei uma expert! A Gosia, polaca, vive atualmente em Portugal e é Consultora de Baby Wearing. Decidi fazer-lhe uma pequena entrevista para que todas as minhas e vossas dúvidas sejam esclarecidas.

14618850_10101039237144260_1769975636_o

Bea – O que é uma Consultora de Baby Wearing? Porque decidiste ser CBW?

Gosia – Bem, é uma ocupação que é bastante comum principalmente nos países de língua alemã que ajuda pais e bebés a usar o baby wearing de forma correcta. Decidi ser CBW porque era uma novidade em Portugal e não havia nada no mercado. Decidi fazer o curso e aventurar-me também porque as dúvidas nas mães portuguesas eram imensas e não havia ninguém habilitado para as aconselhar.

B – Quantos consultores existem em Portugal?

G – Cerca de 20 consultores espalhados por todo o território.

B – Quanto é uma consulta de baby wearing?

G – Fica ao critério de cada consultor. Sendo que acho justo ser remunerado uma vez que investimos em curso e materiais para poder mostrar todos os sistemas aos pais e bebés. Muitas das minhas colegas também são CAM e Doulas e por isso, têm locais próprios para receber os casais e os bebés. No entanto, também há normalmente a possibilidade de nos deslocarmos ao domicílio de forma a ter um ambiente que não seja estranho para o bebé.

B – Então a consulta é amiga dos bebés?

G – Claro! É amiga dos bebés e dos pais dos bebés!

B – Agora vamos falar dos sistemas em si. Quantos há e quais são?

G – Há cinco sistemas. O Sling de argolas, o pano não elástico, o pano elástico, o mei tai e as mochilas ergonómicas.

B – Qual o melhor sistema?

G – Cada pessoa tem as suas necessidades! Para mim, o que eu uso mais é o pano não elástico. Ajusta-se melhor ao meu corpo e ao meu filho de 3 anos e também é mais versátil.

B – Quais as cinco maiores vantagens para se usar o babywearing?

G – Para os bebés, ajuda no desenvolvimento físico, a saúde muscular e previne a displasia da anca; apoia o desenvolvimento emocional da criança uma vez carregados “ao colo” os bebés sentem mais segurança, não choram tanto como os restantes bebés e sendo assim, estão mais alerta ao mundo exterior. Para os pais permite ter as mãos livres, favorece a amamentação e  favorece o pós parto permitindo uma melhor postura corporal.

B – E desvantagens?

G – Bem, só encontro uma: se usado incorretamente e com muitos erros graves de colocação, pode ser desconfortável  a sua utilização.

B – Esta semana comemora-se a SMBW. Como é festejado no pais?

G – Durante a semana vários eventos acontecem no país, no sábado será realizado um encontro nacional de BW. Às 16h30, em vários pontos do pais, pais e bebés carregados vão partilhar experiências e confraternizar.

B – Há algum site que recomendes específico em babywearing?

G – Apertadinhos.com tem lá todas as informações sobre baby wearing na voz de mães e consultoras e de um pai que conta a sua experiência com o baby wearing.

B – Onde te podemos encontrar para uma consulta?

G – Carregados de Amor no site e no Facebook e no Apertadinhos

 

Obrigada Gosia!

14600765_10101039232029510_1199592844_o

Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Este artigo tem 0 comentários
  1. […] também em Outubro em que me tornei uma “estrela” da blogosfera e dei uma micro-entrevista para o Bloga8 e uma mega-entrevista para o blog É a mamãe sim. Nesse mês também fiz “a […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.