[Regresso às aulas] As lancheiras – 5 dicas para o equilíbrio

A alimentação da criança contribui em grande parte para o bom desempenho escolar, e embora já tenhamos aqui falado de lancheiras saudáveis, hoje trazemos mais algumas dicas.

Embora exista uma grande variedade de lanches escolares, empacotados, com bonecos e bichinhos, apelativos ao olhar de qualquer criança, não quer isso dizer que sejam escolhas adequadas e saudáveis.

Resumidamente vamos dar algumas dicas para que os lanches escolares sejam aceites, equilibrados e interessantes.

1 – OS LANCHES DEVEM SER VARIADOS – Lanches monótonos são menos tolerados pelas crianças e depressa vão ser colocados de parte. É importante variar as texturas, o sabor e a cor dos alimentos, principalmente para as crianças mais pequenas.

2 – ESCOLHER ALIMENTOS SAUDÁVEIS – Hoje em dia acho que é o passo mais difícil. Devemos sempre tentar conjugar o alimento saudável com o gosto da criança. Dentro dos limites do aceitável claro. Batatas fritas, refrigerantes, snacks, pizzas, bolachas com creme, devem ser claramente postas de parte e a criança deve ter conhecimento disso. A opção deve passar pelo leite, pão, iogurte e fruta. Os iogurtes podem ser feitos em casa (exemplos aqui), podem colocar algumas bolachinhas saudáveis (exemplos aqui e aqui) ou ainda, caso a criança seja mais pequena, fazer puré de frutas e enviar em saquetas próprias para o efeito (exemplo aqui).

3 – PLANEAR – Os lanches devem ser planeados de véspera, deixando apenas para a hora os últimos detalhes (cortar a fruta por exemplo). Deixando o preparo para minutos antes da ida para a escola origina escolhas apressadas e podem não ser as indicadas.

4 – PERMITIR UMA VEZ POR SEMANA SER A CRIANÇA A ESCOLHER O LANCHE –  Calma!! Tudo com bom senso claro. Dentro dos limites da cada família. Aqui em casa por exemplo uma vez por semana o Migas leva uma fatia de bolo que fazemos no dia anterior, juntamente com o iogurte e a fruta.

5 – SER EXEMPLO PARA A CRIANÇA – Como é que as crianças aprendem melhor? Com o exemplo! E quem são os seus melhores modelos? Os pais! Não adianta alertá-los para o lanche e alimentação saudável se ao olhar deles fazemos precisamente o contrario. As vezes é difícil de controlar, bem sei, mas não custa tentar.

dsc_0845

dsc_0849

img_4481

Hoje em dia existe um enorme desequilibro entre a crianças no que toca aos lanches escolares. Existem crianças, diariamente, a levarem refrigerantes e bolos, industrializados e carregados de açúcar para o lanche. Ouço diariamente o meu Migas a relatar-me aquilo que os colegas comem e por vezes fico sem saber o que lhe dizer. No entanto, mantenho a tentativa diária de lhe dar uma boa alimentação e variar os lanches, optando de quando em vez, a ceder-lhe um capricho. A meu ver, deveria existir mais iniciativa por parte das escolas e dos pais, de forma a uniformizar os lanches, para que esses desequilíbrios deixem de existir.

Mónica.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.