Enurese Noturna – O que é e como devem os pais lidar com isso?

 Mas, “o que é isto da enurese?”. Provavelmente, muitos pais ficarão alarmados e sem saber o que fazer quando se deparam com esta situação… No entanto, vão aqui alguns esclarecimentos e dicas sobre o assunto…

A chamada enurese noturna acontece, em situações em que crianças, com cinco ou mais anos de idade, não conseguem controlar o chichi durante o sono.

No entanto, o facto de a criança poder fazer chichi uma vez por outra na cama, não é considerado desde logo um problema ou motivo para se sentirem alarmados. A enurese torna-se um “problema” a ser levado mais a sério, quando a criança tem mais de cinco anos (e se espera que já consiga ter um controlo dos esfíncteres) e faz chichi na cama duas ou mais vezes por semana durante pelo menos três meses de noite ou de dia.

Ora, é comum, muitos pais que desconhecem esta situação, pensarem que a enurese noturna é um problema temporário, e que mais tarde há-de passar! Mas não!! O não tratamento pode causar danos na criança, afetando a sua autoestima e também a sua socialização.

Esta disfunção, para além de se tornar um problema dos pais, é mais do que isso, uma humilhação e constrangimento para a própria criança, pois esta começa a sentir-se envergonhada e a pensar que é a única a quem isso acontece, sentindo-se inferior.

Podem ser múltiplas as causas da enurese, como por exemplo, fisiológicas, o facto de terem uma bexiga pequena para a quantidade de urina produzida, o não acordarem quando se sentem de bexiga cheia, alguém da família ter sofrido do mesmo problema, e ainda, psicológicas, em situações que de alguma forma, possam causar sofrimento na criança. Vários são os contextos em que isso pode acontecer, como o nascimento de um irmão (ã), divórcio dos pais, mudança de escola ou residência, hospitalização, entre outros.

0,,15760310,00

Mas Calma… Tal como as diversas causas que existem para a origem desta disfunção, também muitas são as formas de lhe fazer frente, e essa batalha, pode, inicialmente e paralelamente, ser travada em casa! Sim, com algumas “mãozinhas” dos papás!! 🙂

Vejamos… Existem pequenas passos imediatamente possíveis a dar, que estão ao nosso alcance, que podem fazer toda a diferença!!

Antes de mais, os pais devem começar por explicar à criança o que se está a passar com ela, sem discutir nem perder a paciência, pois isso só iria dificultar. E vá lá, não é necessário dramatizar demasiado esta situação! A culpa não é da criança nem dos pais! Por isso, aqui está outra dica, NUNCA, mas nunca culpabilizar, envergonhar, ou até mesmo, castigar a criança.

Não falar com outras pessoas sobre o problema quando a criança está por perto…Parabenizá-la depois de uma noite sem fazer chichi, pois ela vai sentir-se muito melhor! Não fazê-la sentir-se inferior, relembrando-a de que é uma situação que também acontece com muitas outras crianças da sua idade. Evitar que a criança ingira líquidos antes de se deitar. Relembrá-la sempre de fazer chichi antes de ir dormir. Criar brincadeiras junto da criança e com a criança que a façam lidar melhor com a situação e a ajudem a ultrapassá-la. Alguns exemplos disso, é a criação de um calendário de noites secas, que vai permitir incentivar e reforçar a criança a continuar a não fazer chichi durante a noite. Permitir que a criança tenha “voto na matéria”, isto é, uma participação ativa na resolução do problema, ajudando na mudança dos lençóis molhados e no pijama. Os papás vão verificar como ajuda a ultrapassar o problema e mais que isso, a fazê-la sentir-se útil na sua resolução!! Dar-lhe banho de manhã de forma a evitar o cheiro a chichi.

Outro exercício que os pais podem fazer com as crianças, são os exercícios de bexiga, em que no período da manhã ou da tarde, podem oferecer-lhe alguma bebida, para que, quando a criança sentir vontade de fazer chichi, o que será provavelmente, 20 minutos depois, ensiná-la a segurar o chichi por um ou dois minutos antes de ir à casa-de-banho. Isto permite que a criança aprenda a reconhecer a sensação de bexiga cheia, o que com certeza, a vai ajudar a acordar durante a noite para fazer o seu chichi. É muito importante que os pais evitem a utilização de fraldas, pois só irá retardar a situação!!

Contudo, e depois de excluída qualquer causa fisiológica, os pais devem procurar um psicoterapeuta / psicólogo clínica, com o intuito de ajudar a criança a superar o problema, e igualmente, com o propósito de garantir algum apoio aos pais, o que conduz ao equilíbrio e resolução do problema.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.