|queria que o tempo parasse… ou não|

Mais uma vez, este assunto surgiu da minha musa – a C – a minha irmã/cunhada nas nossas conversas diárias ou, como diz o meu cunhado, as nossas necessárias conversas diárias.

O meu J, meu afilhado emprestado, vai para a escola primária já em Setembro. E ele, nasceu ontem! Para mim, nasceu ontem. Fui visitá-lo numa tarde chuvosa na Maternidade – o meu regaço era o bastante para o aconchegar. Agora, as minhas ancas já não são suficientemente altas para servir de régua ao seu comprimento. O meu J cresceu, já vai aprender a ler e escrever e, amanhã, já será ele que me ensina tantas e tantas coisas.

O tempo não pára.joao.jpg

Muitas vezes, quando somos esbofeteados pela constatação do tempo, queremos que ele pare. Eu também, às vezes, por egoísmo quero que ele pare. Quero que os meus filhos sejam sempre pequeninos e que não saiam das pernas da mãe. Quero olhar para o Pedro e não distinguir mais um cabelo branco, ou um pêlo na barba – que tanto gosto – mas que ele teima em fazer. Às vezes, tenho tantas coisas para fazer, que por magia, gostava que o tempo parasse e que eu, apenas eu, fosse móvel. Sobretudo, em relação aos filhos, queremos que ele pare para aproveitar deles o máximo que podemos.

Mas o tempo não pára. E eu não quero que ele pare.

Quero saber envelhecer com qualidade. Quero conhecer os meus netos. Quero que os meus filhos sintam o amor incondicional pelos seus próprios filhos. Quero ver o meu marido velhinho e a transformar-se num Richard Gere (isso é que era de valor!!). Quero ser uma velhota gaiteira, em forma (tempo, conserva isso ok?), que devora chocolates e está sempre pronta para uma excursão (nem que seja do Inatel!).

Quero aprender a envelhecer. Quero morrer com dever cumprido. Deixar um mundo melhor para o P e para o M. E deixar com eles, o seu melhor, para o mundo.

Bea

 

Artigo por Bea

Mulher, mãe de dois rapazes, apaixonada por flamingos e completamente chocoholic. Adora ler, dançar, comer e experimentar coisas novas.

Este artigo tem 2 comentários
  1. C diz:

    Obrigada por me pores a chorar 😍

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.