[nutrição] Lancheira Saudável: O que deve o seu filho levar para a escola?

lancheira

Uma boa alimentação influencia não só o bem-estar das crianças, mas também o seu desenvolvimento físico e cognitivo.

Os lanches a meio da manhã e a meio da tarde ajudam a distribuir melhor a energia ao longo do dia, contribuindo para um melhor desempenho escolar. Além disso, fazem com que a criança não coma de forma excessiva na refeição principal, hábito este desencadeador de obesidade.

Tal como acontece com os adultos, é muito importante que os lanches dos miúdos sejam variados e de alto valor nutricional, contendo assim uma fonte de hidratos de carbono complexos (de absorção lenta), proteínas, vitaminas e minerais.

 

As merendas não devem ser monótonas, mas sim variadas e criativas, existindo muitas

possibilidades a explorar, sem grande consumo de tempo na sua preparação. Eis alguns exemplos:

Opção 1: 200 ml de leite meio- gordo simples ( 1 pacotinho) + 1 pão de centeio (50g) + 1 fatia de queijo magro ( teor de gordura não superior a 45%) + 1 maçã pequena

Opção 2: 1 iogurte líquido/ sólido natural ou de aromas + 1 pão de mistura (50g) + ½ queijo fresco + 1 laranja

Opção 3: 200 ml de leite meio-gordo ( 1 pacotinho) + 1 pão integral + 1 fatia fina de fiambre de aves + 1 pêra pequena

Opção 4: 1 iogurte líquido de aromas + 4 tostas + 1 triângulo pequeno de queijo + 1 banana pequena

Opção 5: 1 iogurte sólido natural/aromas + 3 colheres de sopa de cereais (Flocos de Aveia/Trigo/Milho ou Muesli) + 6 morangos

Opção 6: 1 iogurte líquido/ sólido natural ou de aromas + 1 gelatina + 3 bolachas tipo Maria ou Torrada.

Opção 7: Sumo de fruta natural ( ex: sumo de laranja) + 2 fatias de pão de forma de cereais + 1 fatia de fiambre de aves + alface e tomate

 

Dicas Importantes para um lanche saudável:

Opte desde cedo e sempre que possível pelo pão escuro; comparativamente ao pão branco, apresenta uma maior riqueza nutricional, nomeadamente em fibra, vitaminas e minerais;

Não faça das bolachas regra, mesmo as tradicionais Maria ou Torrada; faça antes a exceção! É sempre melhor optar pelo pão escuro, com menos gordura e maior riqueza nutricional!

Esqueça os cereais açucarados de pequeno- almoço, opte pela aveia, ou então pelo muesli, muito mais nutritivo e com um teor de açúcares bastante inferior!

Evite bebidas açucaradas como sumos industrializados e refrigerantes. Pode optar por sumos de fruta “100%” (e não bebidas que contenham menos de 50% de fruta e/ou vegetais), cuja quantidade seja no máximo 250 ml ou as “monodoses” de fruta líquida (dose de referência de 110 ml), com um teor de fruta igual ou superior a 70%, sem adição de edulcorantes ou açúcares e sem corantes, conservantes ou outros aditivos artificiais;

Coloque sempre uma porção de fruta, seja criativo e varie a cada dia colocando uma opção diferente;

Evite biscoitos recheados e bolos industrializados, estes contêm uma quantidade grande de açúcar, sódio, gordura trans e poucos nutrientes;

Fique atento às preferências e necessidades da criança. Envolver a criança no processo de preparo do lanche gera consciência sobre a importância dos alimentos, a qualidade e quantidade de nutrientes que eles possuem;

 

Ah, e não se esqueça de colocar sempre a garrafinha de água na lancheira!

Artigo por Ana Lopes Martins

Nutricionista. Apaixonada por comida saudável e crianças.

Este Artigo tem 1 comentário
  1. […] da criança contribui em grande parte para o bom desempenho escolar, e embora já tenhamos aqui falado de lancheiras saudáveis, hoje trazemos mais algumas […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.